Deprecated: Function set_magic_quotes_runtime() is deprecated in /home/ultralentes/www/forum/common.php on line 106
Fórum Ultralentes • View topic - Depoimentos de Complicações Pós-Cirurgia Refrativa:
Home   FAQ   Members   { CHAT }   Search
Login  Register  

Board index » Pós-Cirurgias Refrativas e Traumas » Depoimentos Sobre Problemas (RK, PRK, Lasik, etc)

 


Post new topic Reply to topic
Author Message
 Post subject: Depoimentos de Complicações Pós-Cirurgia Refrativa:
PostPosted: Sun Jul 16, 2006 8:55 pm | Post{ VIEW_SINGLE_POST } 

User avatar
Site Admin

Joined: Thu Apr 27, 2006 7:45 pm
Posts: 326
Location: Porto Alegre
Olá a todos,

Crio este tópico para que os membros do fórum Ultralentes que tiveram algum tipo de problema secundário a cirurgias refrativas, possam colocar aqui o seu depoimento, e assim quem sabe possamos trocar informações de como resolvê-los.

Aguardo seus depoimentos.

_________________
Luciano Bastos
Diretor & Instrutor Clínico de LC IOSB / Diretor Ultralentes
Membro:
Scleral Lens Education Society (US)
British Contact Lens Association (UK)
Contact Lens Society of America (US)
Contact Lens Manufacturer Association (US)


          Top  
 
 Post subject: Retirados do Orkut
PostPosted: Sat Aug 05, 2006 10:15 am | Post{ VIEW_SINGLE_POST } 

User avatar
Site Admin

Joined: Thu Apr 27, 2006 7:45 pm
Posts: 326
Location: Porto Alegre
Quote:
Petro Halos de luz 04/08/2006 09:27
Bem gente, sinto muito desanimar. Mas faz 4 anos q fiz a cirurgia e até hj eu espero que sumam esses maldidos halos. É uma sensação desconfortável, e a noite chega a ser insuportável. Dirigir a noite tornou-se uma aventura!


Quote:

MaRi 04/08/2006 22:21
GENTE .. A MINHA MAE FEZ A CIRURGIA REFRATIVA AH UM ANO E MEIO .. E NAO DEU CERTO .. ELA FICA VENDO " HALOS ENVOLTA DAS COISAS A NOITE , IMAGEM FLUTUANTE , E PERDEU QUALIDADE DE VISAO RELATIVA A SENSIBILIDADE DE CONTRASTE (CINZA/PRETO). "
ISSSO ACONTESSEU COM ALGMMM ?! =/
BJOOS !


Quote:

Maria 28/06/2006 20:11
No meu caso, alta miopia, fiquei com visão dupla após implante lente intraocular. Usei até prisma entre indas e vindas em várias clínicas. Tinha que fazer teste ortóptico e sempre havia alteração, até que me indicaram o Dr Mauro Goldchmit, especialista em estrabismo. Fui em uma consulta e já marquei cirurgia. Não tinha muito a perder. Fiz em apenas um olho. Com certeza, foi a melhor coisa que fiz. É interessante o fato de saber que o olho direito ficou com várias sequelas, enxergando diferente do esquerdo, mas com a cirurgia do estrabismo, pode se dizer que amenizou a situação.
Beijos!!!


Quote:
Valdecir 02/10/2004 23:11
Fiz a cirurgia LASIK em 02 de Agosto de 2000.
No início, fiquei muito feliz com os resultados. Era incrível acordar de manhã e poder ver as horas nitidamente no relógio, coisa que era impossível sem óculos! Eu podia assistir filmes legendados sem forçar a vista, podia nadar, correr, jogar futebol, podia dar adeus ao preconceito com as lentes "fundo de garrafa", enfim, consegui realizar o maior sonho de minha vida.
Só que minha felicidade durou pouco tempo. EU PUDE ENXERGAR PERFEITAMENTE DURANTE APENAS DOIS MESES!!! Depois desse curto tempo, minha visão deteriorou-se rapidamente, devido à cicatrização irregular das córneas.
Desde então, minha vida transformou-se em um pesadelo, que me abalou fisicamente, e também psicológica e profissionalmente. Acabei perdendo tudo o que demorei a vida toda para conseguir, inclusive meu emprego, graças à depressão profunda provocada pelas aberrações visuais pós-operatórias. Até hoje, depois de TRÊS CIRURGIAS, tenho GLARE, HALOS, STARBURSTS, REDUÇÃO DE SENSIBILIDADE AO CONTRASTE, ESTRIAS NOS FLAPS, IMAGENS FANTASMAS, OLHOS SECOS, FLOATERS, FOTOFOBIA E ASTIGMATISMO IRREGULAR.
Nunca tive nenhum problema antes da cirurgia, exceto 5,50 graus de miopia e 0,50 de astigmatismo, que eram perfeitamente corrigidos com os óculos (saudade). Hoje, óculos ou lentes de contato simplesmente não servem para nada, porque meus problemas são incorrigíveis.
Consegui superar a depressão com medicamentos e psicoterapia. Mas somente a depressão foi curada... Talvez eu seja obrigado a conviver com essas aberrações visuais para o resto da minha vida.



Quote:
Marina (Também sou Lasikada) 12/10/2004 05:43
Oi Valdecir! Oi Paula! Legal “ver” vocês por aqui. :-)

Fiz o Lasik em 2001 para corrigir cerca de 10 graus de miopia. Consultei o médico indicado por meus colegas de trabalho que haviam passado pelo procedimento e fiz todos os testes necessários. Infelizmente, ele não me alertou sobre os verdadeiros riscos e não me informou que o procedimento não é indicado para miopias altas por apresentar riscos maiores. Não assinei nenhum “Termo de Consentimento”, nem sabia da existência deste documento.

Fiz a cirurgia em agosto de 2001. O que veio depois só tenho uma palavra para descrever: PESADELO. Passados vários dias, minha visão permaneceu completamente embaçada, com uma névoa branca e imagens desbotadas com contrastes estranhos. Aquilo era insuportável e dava uma tremenda dor de cabeça. Quando voltei para o trabalho, não conseguia ler a tela do computador e sentia náusea. A leitura de impressos também era difícil, pois eu via as letras pretas dos textos como se fossem cinza.

Voltando ao médico, descobri que o flap do olho direito tinha formado estrias. O médico marcou um novo procedimento para o mesmo dia para levantar e “alisar” o flap. Achei que em breve minha visão retornaria ao normal, mas não foi isso que aconteceu. Passaram-se dias, semanas, meses, e as aberrações visuais permaneceram. Quem não passou por esta experiência não imagina o que é enxergar embaçado, ver imagens desbotadas e amareladas, ter visão dupla como conseqüência de uma lesão no epitélio, ver contrastes estranhos e surreais quando um objeto escuro está diante de uma luz forte... O mundo se torna um pesadelo, uma coisa irreal e monstruosa.

A explicação para esses problemas, segundo meu médico, era que meu epitélio era frágil e estava demorando muito para se recuperar. Quando eu perguntava quanto tempo levaria, ele não respondia. Cerca de dois meses depois da cirurgia, reparei que estava vendo um monte de “floaters”, aquelas manchinhas com formato de cordas, pontos, fios etc. que ficam flutuando no campo de visão. Fiz um ultrassom dos olhos e descobri que tive descolamento do vítreo (substância que preenche a parte interior do globo ocular) – o que causou o aumento dos floaters. Depois tomei conhecimento de vários relatos de pessoas que tiveram esta complicação logo após o Lasik. A causa provável é que, para fazer o flap, o olho é fixado por um aspirador que eleva a pressão ocular para que ele fique duro e seja possível realizar o corte com um aparelho chamado microqueratomo. Essa elevação da pressão pode, em alguns casos como o meu, levar ao descolamento do vítreo.

Fiquei com uns dois graus de miopia e astigmatismo e voltei a usar óculos. Só que com uma diferença: antes eu usava óculos “fundo de garrafa” e enxergava perfeitamente. Depois do Lasik passei a usar óculos finos, mas não enxergo mais com a mesma qualidade.

Assim como muitas pessoas que viveram este tipo de experiência, tive uma séria depressão que foi tratada com medicamentos. Tive muita sorte de encontrar um ótimo médico psiquiatra e contar com o apoio da família, dos amigos e do “Surgical Eyes” (http://www.surgicaleyes.org).

Minha visão melhorou bastante depois de uns seis meses e até que enxergo razoavelmente bem com óculos. As maiores seqüelas são os “floaters” e a perda da capacidade visual do olho esquerdo devido às pequenas estrias que permaneceram no flap e a grande quantidade de floaters neste olho.

Nos últimos dois anos fiz o que pude para alertar as pessoas sobre os riscos desta cirurgia que está sendo tão banalizada e muitas vezes praticada de forma irresponsável. Se você estiver entre os 5% que têm complicações (1 em cada 20 não é pouco!), toda sua vida pode ser afetada. Ninguém nunca estará preparado para lidar com os resultados inesperados e as aberrações visuais resultantes das complicações da cirurgia de miopia. É um horror que não desejo a ninguém.


Quote:

Maria Lúcia me ajudem por favor 28/03/2005 12:24
Eu fiz a cirurgia há uns 4 anos e não sabia de todas as sequelas que poderiam ocorrer. Até hoje meu médico nunca me falou dos problemas que eu relato para ele como sendo resultado da cirurgia e nem me orienta como melhorar minha visão, nunca me falou das tais lentes que ajudam a corrigir. Eu sabia que meu caso seria bem difícil, pois enxergo de um olho só e já tive um quase descolamento de retina que tive que fazer laser para "consertar" os dois olhos. O médico costuma dizer que meu fundo de olho parece uma treliça. Mas o argumento era de que pior que estava não ficaria. Não tive coragem de fazer nenhuma cirugia para tentar corrigir, pois tenho medo que fique pior. Conviva com a insegurança de enxergar muito mal e ter que me virar para fazer meu trabalho, dirigir, e no cinema então! que sacrifício, assistir TV chega a lacrimejar meus olhos de tanto esforço que faço. Quantas vezes me sinto tão inferior as outras pessoas por causa disso! Deixo de ir a lugares por medo de dirigir a noite. Leitura então é um desastre e tanto que eu gosto de ler. Quando entrei nesta comunidade foi como se tivessem aberto portas para mim. Quanta informação que me foi ocultada,
só não entendo pq? O que vcs me aconselham. Vcs são ótimos, adorei conhecer suas histórias, apesar dos relatos tristes, sei lá, parece que saber que outras pessoas são como a gente dá tristeza e alívio ao mesmo tempo, pois estou podendo agora compartilhar esse sentimento tão difícil pra gente, e sozinhos é mais difícil ainda. Espero que cada um aqui consiga de alguma forma aliviar o fardo, pois eu sei o quanto ele pesa. Abraço a todos.


Quote:

♥ Débora ♥ 19/10/2005 09:49
Olá! Fiz LAZIK em janeiro de 2000! Usava óculos desde os 10 anos ... mas nunca gostei da minha imagem com óculos ... achava que não combinava comigo ... por isso comecei a usar lentes de contato ... primeiro as duras e depois as flexíveis! Com o tempo fui ficando mais intolerante para usar lentes ... no começo usava quase o dia inteiro ... depois de alguns anos ... umas 4 horas no máximo de uso! Achava um saco aquele ritual todo para botar e tirar as lentes ... para todo lugar que eu ia tinha sempre que levar a caixinha com o soro, etc, etc ... . Queria me livrar dos óculos e das lentes tb! Toda vez que eu ia no meu oftalmo ele fazia propaganda dessa cirurgia ... até que cometi a burrice de dar ouvidos a ele! Tudo parecia tão simples ... nunca fui alertada sobre os riscos ... nada! Se tivesse feito algum tipo de pesquisa na INTERNET, com certeza, teria desistido dessa cirurgia! Mas, infelizmente, só fui "correr atrás" depois que não tinha mais jeito de voltar atrás na minha decisão! Daria tudo para voltar no tempo! Embora tenho praticamente zerado a minha miopia ... zero grau no olho esquerdo e 0.75 no olho direito ... nunca mais tive aquela visão cristalina que eu tinha com óculos e até mesmo com as lentes de contato e esse fato pode ser extremamente ruim para pessoas mais exigentes ... perfeccionistas ... detalhistas ... . A minha visão noturna ficou super comprometida por causa do "glare" ... aqueles halos em volta dos objetos incomoda muito ... mas acho até que, por vaidade, eu conseguiria conviver com esse "glare" ... talvez preferisse isso a ter que usar óculos (a policarpina para mim não adiantou para reduzir o tamanho das pupilas e minimizar o "glare"!). O problema é que o "glare" não foi a única sequela da minha cirurgia ... fiquei com um tremendo problema de "olho seco" ... e, acreditem se quiser, em um olho só ... no meu olho direito! Nos primeiros 2 anos quase morri com esse problema de olho seco ... a dor era tanta ... que tinha vontade de morrer ... caí numa depressão profunda ... meu casamento quase acabou ... foi um inferno ... mas a verdade é que eu não tinha mesmo mais vontade de viver ... me sentia culpada por ter trocado os meus "olhos antigos" por todo aquele sofrimento! Hj ... depois de 5 anos de cirurgia ... essa dor se transformou num grande incômodo ... algumas vezes o meu olho direito nem abre direito ... tamanha é a secura dele ... tenho que fazer força mesmo para separar a pálpebra superior da inferior! Vivo á base de colírios ... que quase não ajudam em nada, mas ... fazer o que agora? O médico que me operou sempre me disse que eu não tinha nada ... que com o tempo tudo passaria ... peregrinei por vários oftalmologistas ... até que, por obra divina, encontrei um jovem casal de oftalmos recém chegados de uma especialização nos EUA em cirurgias desse tipo ... eles têm uma clínica no bairo em que eu moro, Ipanema, aqui no Rio ... . Foi com eles que descobri que, logo após a cirurgia, desenvolvi o que eles chamam de "Sands of Sahara" ... no logal do corte uma sequência de estrias aparecem ... . Com alguns colírios a base de cortisona esse problema foi minimizado ... isso depois de quase 2 anos de dor ... e sem nenhum oftalmologista conseguir descobrir nada de errado no meu olho! Uns diziam que eu nada tinha ... outros, no máximo, diagnosticavam ceratite!!! Mas, infelizmente, esse olho seco ... esse sim não teve jeito mesmo! E o mais estranho ... é de se tratar de um olho só!!! Segundo os oftalmos que eu fui ... "coisa inédita" ... ter somente um dos olhos com esse problema!


Quote:

Mel 26/10/2005 16:51
eu fiz a cirurgia e fiquei com glare e halos. mas nem posso reclamar porque o médico advertiu e eu achei (e ainda continuo achando) que valeria a pena ficar sem usar óculos. agora, sentir o cheirinho assusta um pouco sim. mas como eu fiz um olho de cada vez, no segundo olho eu nem senti o cheiro tão intenso como da primeira vez.


Quote:

Leticia 26/10/2005 18:05
Oi... agora ví que não estou sozinha (ou melhor tentei ver...)pois então, fiz a primeira operação no dia 22/05/2005, no estado de Santa Catarina , Florianópolis e para minha frustração e de minha familia fiquei sem enchergar durante 12 dias.Isso mesmo, 12 longos dias.Depois me submeti a mais quatro no olho esquerdo e cinco no direito, mas agora em curitiba.NO dia 01/11/2005, acho que farei outra...por fim, estou aqui só para desabafar pois não consigo mas chorar na frente das pessoas que amo. Estão sofrendo,como eu... estou cansada de ser forte, de fingir que está tudo bem, que agora tudo vai dar certo... não consigo mais tirar forças para suportar essa situação!!! Deixo aqui o meu desbafo e se alguem que já passou isso ou está passando tiver uma saída favor deixar um recado!!!Desde já muito obrigada... eu quero voltar a ser a Letícia que vivia nesse mundo antes de tudo isso acontecer!!!


Quote:

Narriman 13/12/2005 09:06
Nossa, eu desisti de fazer minha cirurgia um dia antes da data. Após ler e reler o conscentimento esclarecido comecei a ficar com medo de todos os efeitos colaterais...E pelos depoimentos, vejo que realmente nao é um milagre essa cirurgia. Mas quero ressaltar que o médico que informou todos os prós e contras, fiz exames necessarios, recebi material informativo, assisti vídeo com instruçoes, respondi questionário e mais. O problema é que fazem parecer que é sempre maravilhoso e que nada de mal vai acontecer. Agora fica aquela dúvida.


Quote:

Flavia 24/03/2006 08:11
Galera, isso é importante pra quem tá querendo fazer cirurgia para correção de miopia: fiz a lasik a 4 anos atrás e quase ceguei do olho direito, após o procedimento cirurgico e consequente retirada das lentes de proteção, começei a sentir fortes dores, procurei pelo oftalmo que me operou e ele verificou uma úlcera na minha córnea. Ainda hoje realizo tratamento com uma excelente infectologista de córnea em SP, porém não foi possível descobrir o motivo da ulceração na córnea e tb não está descartada a possibilidade de um transplante. Uma dica que acho válida é: jamais operem as duas vistas de uma só vez, mesmo que o oftalmo assim oriente. Dizem que a infecção que me ocorreu é rarrísima, porém, após o meu problema acabei sabendo de outras pessoas que tb passaram por isso. Estou a disposição para relatar melhor o caso, só peço que não me perguntem o nome do oftalmo que fez a cirurgia, pois ele me presta, até hoje, todo amparo que necessito (despesas médicas,transporte para SP, operações) e não gostaria de prejudicá-lo.


Quote:

«« ˧t룡ñhå »» 25 GRAUS! 19/04/2006 12:54
meu marido tinha 25 graus de miopia, e o sonho da vida dele era fazer a cirurgia para correção. A MAIORIA DOS MÉDICOS NAO INDICAVA NENHUM TIPO DE CIRURGIA, mas insistimos no "sonho" e continuamos nossa busca, até que encontramos um médico "bem conceituado", que disse que o caso seria tratado com um implante de lente. Digo bem conceituado, porque a princípio, ele nao queria fazer a cirurgia, pois teria uma chance de 99% de dar certo e 1% de dar errado. Pediu que voltássemos dentro de um ano pra ver se a medicina evoluiu... se chegariam novas lentes... novas técnicas...e dentro de um ano voltamos e fizemos a cirurgia (meu marido). Um mês após, ele teve descolamento de retina e uma hemorragia durante a cirurgia de retinopexia. Nova consulta, nova cirurgia, nova hemorragia. Hoje está fazendo quase seis meses que ele fez a cirurgia da retina e o médico deu sua retina como praticamente perdida, pois o sangue a danificou. Além disso, soubemos a pouco tempo que no outro olho, ele está com a chamada degeneração macular... perdeu a visão central (só tem a periférica) do olho que estava "bom".
O sonho virou pesadelo!
Mas não desanimamos... teremos nova consulta, nova avaliação, e vamos ver no que dá!
Saúde a todos


Quote:

Lucyana bem 21/04/2006 19:44
nao sei se considero isso sequelas, mas minha vista embaça exporadicamente(ora vejo MUITO BEM, outras tenho embaçamentos)ate parece que uso lentes de contato hehe e; meus olhos estao muito sensivel(lavo meu rosto com muito cuidado para nao tocar nos olhos). Nao sei se eu devia continuar usando algum colirio...é bom salientar que ja tenho 1 ano que me submetir ao lasic, mais graças a DEUS no geral estou otima e muito feliz por um sonho a mais ter se realizado na minha vida.
obs: se alguem poder me esclarecer quanto a esses sintomas que tenho, me comunique nos meu recados ,no orkut
bjos e sucesso para todos.


Quote:

Maria Desabafo... 16/05/2006 19:26
Olá! Sempre tive alta miopia ( 25 graus ) e grandes limitações visuais. Em julho/2001, após ler reportagens milagrosas de um Dr, passei por consulta e, simplesmente disse que eu podia fazer a facoemulsificação ( implante de lente intraocular) e o único risco seria ficar alguns graus, que poderiam ser corrigidos com lasik. P/ “ajudar” a Empresa onde trabalhava “bancou” a cirurgia, pois não teria cobertura. Em 8/82001, fiz o olho direito. A primeira coisa que comentei ao tirar o tampão é que estava vendo dobrado e , cinicamente, disse que eram os pontos. Entre indas e vindas ao consultório afirmou que p/ resolver teria de submeter o outro olho pq cada um enxergava de um jeito. Em 30/10/2001, fiz o esquerdo. Convivo com moscas volantes, flashes de luz, inclusive no escuro, hipermetropia, ou seja, não me enxergo de longe, muito menos de perto. Os olhos não enxergam igualmente, então quando o olho predominante “cansa”, sofro. Antes eu não enxergava as pessoas quando acenavam, hoje vejo que acenam, cumprimento e se chegam perto tenho medo de não saber quem são. Prefiro não sair pq as pessoas jamais imaginam o que é isso. O chão não é nivelado.Vivo nas nuvens!!! Enfim, o estrabismo dei sorte com um cirurgião. Detalhe: nem a Empresa, nem o plano de saúde cobriam mais nada pq diziam tratar de erro médico e o pior, fui em todos médicos possíveis e ouvi de um Prof Dr do Hosp SP “vc tem que dar graças a Deus e aproveitar bastante pq, no seu caso, perderá aos poucos a visão”.Perguntei se colocaria isso num relatório e recebi um “passar bem”, ou seja, fiquei refém do médico q fez a primeira cirurgia,

Foram tantos médicos, um disse que eu deveria caminhar no Horto, outro que eu não podia balançar a cabeça, p/não descolar a retina, outro que eu deveria agradecer pq não precisava usar lentes...Fui demitida, entrei em auxílio doença, mas por PSIQUIATRIA. O único relatório que podia fornecer era maquiado, dizia que eu tinha catarata, mas ninguém mais podia me ajudar, somente os psiquiatras.Lembro que em uma das perícias, baseado no relatório, o médico disse "vc pode até dirigir".Não aguentei, tive de ser medicada. cansei de brigar com o mundo, ainda tomo antidepressivos e calmantes, consegui minha aposentadoria por invalidez e vou vivendo. Poucos sabem de minhas limitações e adoro os "amigos verdadeiros". Eles me fazem viver!!!


Quote:

Frejat Meu recente caso. 04/06/2006 19:34
Bem amigos vou copiar aqui para todos um e-mail que passei para uma amiga sobre minha experiência recente com o Lasik.


Estive esses dias lendo todos os tópicos das mais populares comunidades sobre a cirurgia Lasik no Orkut. São muitas informações, a maioria boa e alguns casos ruins e até traumáticos. Infelizmente são esses que me interessam. Vou contar meu caso: Ah sim claro, Meu nome é Marcos , tenho 28 anos e trabalho como Webdesigner, Produção visual etc.

Deu pra perceber que preciso muito dos meus olhos. Pois é, uso óculos desde os 6 anos de idade e lentes de contato (rígidas) desde os 14. A partir dos 26 anos a lente de contato se tornou um fardo pra mim. Não conseguia mais ficar com elas por mais de 4 horas. Tentei várias misturas mais leves de material para a lente de contato e nada dava muito certo; melhorava apenas no primeiro mês e depois voltava tudo de novo. Resolvi procurar então outras opiniões e seguir os passos de alguns amigos que fizeram (com sucesso) a Lasik. Por indicação cheguei ao IOI (Instituto de Olhos de Ipanema - RJ).
Depois da minha decisão de fazer a cirurgia, passei por todos os mais complexos exames, inclusive alguns personalizados, que me passaram total confiança pra seguir adiante. Tudo isso somado a relatos de amigos que já fizeram a mesma com sucesso.
Finalmente fiz a cirurgia na Pro-Oftalmo - RJ: há duas semanas fiz o olho direito e há 7 dias fiz o esquerdo. Tinha 8 graus de miopia nos dois olhos e 1,5 de astigmatismo. Bem, quanto a enxergar de longe, no olho direito, sucesso total. Se não zerei, estou bem perto disso. Embora meu olho direito tenha sido operado uma semana antes, o esquerdo pareceu se recuperar bem mais rápido. Dores e olho seco só senti praticamente nos primeiros 2 dias após a cirurgia. Infelizmente o que me incomoda são justamente pontos mencionados em alguns relatos.

Infelizmente o que me incomoda são justamente pontos mencionados em alguns relatos. O mais crítico é justamente a qualidade da visão...nitidez....realmente sinto que, mesmo com pouco tempo de cirurgia, isso não parece que vai ficar perto do que exergava antes...e pro meu trabalho é muito ruim. A visão dupla, ou fantasmas, entrar e sair de foco aleatoreamente e a péssima visão no fim do dia e a noite me preocupam.
Tenho uma leve sensação, às vezes, que o olho direito passou um pouco do ponto...parece por alguns instantes a sensação de colocar um óculos que tem um grau maior do que você usa...mas vai e volta...muito raro...não incomoda muito...
Porém o olho esquerdo, que disse ter se recuperado em menos tempo que o direito, não está bom...sinto ainda a visão fora de foco...não é embaçada...apenas como se tivesse sobrado grau. E não acho que vá melhorar...parece estar bem estável.
Não sei se ainda está muito cedo pra me preocupar, mas o fato é que estou preocupado com a recuperação sim. E principalmente com o resultado. Espero não me arrepender de algo que fiz visando não só a estética, mas o conforto principalmente em meu trabalho.
Alguém poderia me iluminar com opiniões?
Abraços


Quote:

VINICIUS SEQUELAS ETERNAS 17/06/2006 00:03
Fiz a cirurgia ha tres anos em Maringa - PR com a Dra. Edna Almodim.

-Optei por ela porque tinha convenio e influenciado por intensa propaganda que ela faz na midia.

-Antes tinha miopia e astigmatismo, depois da cirurgia continuo com isso mais hipermetropia - Antes eu dependia de um oculos para enxergar bem, hoje dependo de dois oculos para enxergar mal. Além do colirio que ela receitou para nao dilatar a pupila (eternamente).

-Enxergo halos e glares, perdi noção de distancia ao dirigir a noite, com reflexos e baixa acuidade visual, consequencias da cirurgia.

-A noite e em ambientes sem claridade total, a acuidade visual é baixa, equivale e miopia de em torno de 4 graus.

-Outros medicos e exames apontam que a area da cirurgia foi menor do que deveria, com isso a pupila dilatando extrapola essa area provocando as aberrações. Tanto que a propria medica que fez a cirurgia receitou colirio para diminuir a dilatação da pupila.

-Quando voce faz cirurgia por convenio ou procura medicos so pela propaganda, corre os riscos de baixa qualidade e de se submeter a cirurgias "por atacado", feitas "em serie", sem comprometimento ético/humano do médico (a), que prioriza a maximização de lucros em detrimento do paciente/ser humano.


Quote:
médico submetido a lasik (arrependido) 06/08/2005 19:09
'' Sou brasileiro nascido em 1977. Tenho olhos míopes ( OE -6,00 OD -5,75 ) e no ano de 2003 me submeti a uma cirurgia refrativa para miopia e astigmatismo, que me trouxe resultados danosos.
O objetivo desta homepage é expor o meu caso clínico, discutir aspectos da cirurgia
refrativa, e principalmente alertar as pessoas que pretendem se submeter ou mesmo que já se submeteram a este tipo de cirurgia quanto aos riscos e comprometimentos da visão aos quais estão sujeitas e que são extremamente freqüentes, mas pouco divulgados à população em geral.''

http://alertalasik.blogspot.com/


Quote:

Manú Seinão... 01/08/2006 08:57
NOSSA! Fez um ano em julho/06 que fiz a cirurgia ak em Fortaleza, no Hospital de Olhos Leiria de Andrade, mas ainda fico os olhos secos, principalmente quando o olho fica exposto à poeira, claridade, fumaça, ventania ...
Aff..é horrível!!! Além de ficarem irritados(vermelhos), coçam demaissssssssss e arde...




Depoimentos extraidos do http://www.orkut.com das comunidades:

-Eu fiz a cirurgia de miopia; e
-Lasik, Cirurgias Laser, Miopia

_________________
Luciano Bastos
Diretor & Instrutor Clínico de LC IOSB / Diretor Ultralentes
Membro:
Scleral Lens Education Society (US)
British Contact Lens Association (UK)
Contact Lens Society of America (US)
Contact Lens Manufacturer Association (US)


          Top  
 
 Post subject: Re: Depoimentos de Complicações Pós-Cirurgia Refrativa:
PostPosted: Wed Jul 11, 2012 5:48 pm | Post{ VIEW_SINGLE_POST } 

Novato

Joined: Tue Jul 10, 2012 3:26 pm
Posts: 1
Poucos meses depois da cirurgia comecei a perceber que a minha visão estava ficando ruim. O médico que me operou receitou-me, então, dois colírios. Um deles reduzia a pressão do globo ocular. Isso alterava a curvatura da córnea e me permitia enxergar. Mas tinha um efeito colateral (pelo menos, um): escurecia minha visão à noite. Depois de quase sofrer um acidente dirigindo, e depois de ler os efeitos colaterais possíveis relacionados na bula dos remédios, como descolamento da retina e glaucoma, decidi suspender o seu uso. Mas usei-os por mais de um ano, com acompanhamento do médico. Sem os colírios a minha visão piorou drasticamente. Guardo ainda os óculos daquela época, grossas lentes para hipermetropia. Com o passar dos anos peregrinei por inúmeros oftalmologistas do Rio de Janeiro, alguns indicados como os mais conceituados. Todos mostravam-se impotentes diante do meu problema. Em 1997, passei em um concurso público e para tomar posse precisava de um atestado médico. Como os médicos se recusavam a me dar um atestado, voltei ao médico que me operou. Ele ficou feliz de poder me atender, pelo menos uma vez. Além de me dar o atestado me informou que eu estava com catarata. E mais, me ofereceu uma oportunidade de corrigir o estrago da cirurgia refrativa, implantando uma lente que compensasse a hipermetropia. Aceitei. Mas eu tinha uma dúvida. De que grau seria a lente, já que não era possível saber com precisão o grau que eu deveria usar. Ele pediu que eu confiasse nele, que ele tinha instrumentos para saber. Naquela altura, o consultório dele que na época da operação se constituía em duas portas, havia progredido bastante e ocupava todo um andar do prédio, e ainda um outro andar num prédio ao lado, só para exames mais sofisticados. Para algumas pessoas (os médicos) a cirurgia refrativa é um absoluto sucesso. Logo após a cirurgia de catarata, verifiquei que a lente movia-se dentro da cápsula, quando eu movia a cabeça. Numa certa posição eu via a borda da lente, o que interferia na minha visão. Voltei ao médico. Ele não achou que a lente era pequena para o meu olho. Disse que a cápsula, o compartimento onde fica a lente intraocular, é que era grande demais. Nova cirurgia. Trocou a lente por uma maior. Agora a lente estava no lugar, mas o grau era insuficiente. O médico queria abrir minha córnea mais uma vez mas eu me recusei. Aquele grau era ruim mas piorou um pouco e hoje é: OE Esférico: +5,75, Cilíndrico: -6,50, eixo 90°. Bom, eu consegui uma solução muito boa. Fui a uma contatóloga e experimentei sucessivas lentes de contato até achar as melhores possíveis. Depois fui a um médico e pedi para ele fazer um exame, usando as lentes. Ele fez, embora contrariado. Faltava um tanto de astigmatismo. Mandei fazer os óculos e vivi muitos anos enxergando bem, perto e longe, usando lentes de contato e óculos. Até que apareceu a catarata no olho direito. Nova operação (com outro médico), a visão ficou melhor mas ainda falta alguma coisa. No último exame a receita diz: OD Esférico +2,50, Cilindro -3,50, eixo 65°. O quadro atual é de visão com imagem fantasma (várias imagens empilhadas) em ambos os olhos, olhos secos, perda da visão periférica no olho esquerdo (à esquerda e embaixo) e eventualmente moscas volantes. Os olhos secos trato com colírio. O problema se acentua quando uso muito o computador, por força da minha profissão de Analista de Sistemas. Cheguei a colocar plugs nos canais lacrimais. Deu certo por um tempo depois voltou tudo ao que era, e ainda tive uma irritação bastante incômoda. Quando as moscas volantes eram muitas, um médico me mandou a uma clínica no Barra Shopping que me aplicou um tratamento a raios lazer. Quando voltaram a aparecer fui a uma médica que me indicou um tal de Refresh Gel que funcionou muito bem. Ela nunca tinha ouvido falar de tratamento a lazer para moscas volantes. Mas eu garanto que fiz. E assim vou levando a vida. Agora com 61 anos já não sofro tanto, mas já chorei muito, lamentando pela minha estupidez em fazer a cirurgia e de medo por não saber como ia acabar essa tragédia.


          Top  
 
 
Post new topic Reply to topic



Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest


Display posts from previous:  Sort by  
Jump to:  

You cannot post new topics in this forum
You cannot reply to topics in this forum
You cannot edit your posts in this forum
You cannot delete your posts in this forum
You can post attachments in this forum



cron
maybe a paypal donation button here

Valid CSS!



Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group